Mercado imobiliário em 2022

Escrito por Alinea Urbanismo | 13.12.2021

Com o início da pandemia em 2020, havia o receio de que o segmento imobiliário brasileiro fosse ter prejuízos e sofresse uma queda. Porém, contrariando as expectativas do mercado, nos dois últimos anos o setor se manteve aquecido. E, com isso, as projeções para 2022 são otimistas, de acordo com especialistas.

A perspectiva para os próximos anos é de que o mercado se mantenha ativo, tanto na procura quanto na oferta. E mantendo os bons números que vem apresentando. De acordo com a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), este ano o PIB do setor de imóveis subiu 4%. Marca que não alcançava desde 2013.

E um bom exemplo disso é o crescimento de 247% no mercado de alto padrão. Nicho este que deve se manter em alta, uma vez que as pessoas passaram a investir na compra de terrenos e imóveis maiores. De preferência em espaços com áreas de lazer externas, em contato com a natureza, e em regiões mais tranquilas, longe dos grandes centros.

Essa mudança de perfil pôde ser observada após o início da pandemia, com a obrigatoriedade do isolamento social. O setor enfrentou um longo período de ressignificação, e quem não se adaptou ainda pode acabar tendo prejuízo. Principalmente porque as pessoas estão investindo em um novo modelo de relacionamento, que seja mais prático e menos burocrático.

Outros números

Mas não para por aí. O valor geral de vendas (VGV) deve encerrar o ano em R$ 99 bilhões. Crescimento de 12% em comparação com 2020, segundo estimativa da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi). Este é um dos melhores indicadores do mercado, principalmente porque ele mostra a quantidade de receita que pode ser gerada com os empreendimentos residenciais.

Além disso, a especulação indica que o setor imobiliário deverá ser mais conservador, principalmente como reflexo da constante alta da taxa Selic. Só que isso não chegará a afetar a área de financiamentos, que deverá seguir ativa tanto para quem quer construir quanto para quem quer comprar a casa própria.

Projetos Alínea para os próximos anos

Atenta a isso, a Alínea tem investido em um plano de expansão ambicioso, que só em 2021 lançou três empreendimentos. Dessa forma, conseguiu se inserir em cidades em que ainda não estava presente.

Entre os projetos que fazem parte deste novo momento da urbanizadora está o Alínea Reserva Itajaí, primeiro condomínio fechado da empresa. Um empreendimento que busca atender os desejos de quem quer lazer, conforto e um local em que os detalhes na construção fazem toda a diferença. 

Em destaque está a área de lazer completa com direito a piscina, que agrega valor aos futuros imóveis. Sendo que o espaço conta também com salão de festas, playground e pet place, campo de grama sintética, academia e quadras de beach tennis e poliesportiva. 

O espaço ainda prevê pavimentação e calçadas revestidas com concreto e grama, além de  redes de abastecimento de água, de drenagem e coleta de esgoto com estação de tratamento. 

Além de todas as vantagens de um condomínio fechado, o Alínea Reserva Itajaí tem área de preservação permanente, reafirmando o cuidado constante da Alínea com o meio ambiente. Ao longo de sua trajetória a empresa já realizou o plantio de mais de 30 mil árvores. 

Por

Alinea Urbanismo


Localizada na cidade de São José, na Grande Florianópolis, a Alínea Urbanismo trabalha para transformar mercados e levando, para as regiões de seus empreendimentos, urbanização e uma nova dinâmica.

contato
Dicas

Smart Home: você já ouviu falar?

Escrito por Alinea Urbanismo | 26.04.2022

Dicas

Academia no condomínio

Escrito por Alinea Urbanismo | 25.03.2022

Desenvolvido por wid.studio